Não Conformidade: Conceito, Registro e Monitoramento

04/07/2016 | Gestão da Qualidade Este artigo fala sobre Não Conformidade: Conceito, Registro e Monitoramento.

O que é não conformidade?

Primeiramente, temos que entender o que é uma não conformidade. Trata-se do não atendimento a um requisito normativo. Este requisito pode ser interno ou externo. Isto significa que não precisa contrariar apenas uma norma externa (como a ISO 9001 ou a RDC 16/2013, por exemplo). Se contrariar uma regra interna também pode ser enquadrada como não conformidade.

Não conformidade de pessoas?

Frequentemente o registro de não conformidade causa problemas internos. Isto ocorre por erros tanto na abertura quanto na comunicação da mesma. É comum as pessoas atribuírem não conformidades a pessoas e não aos processos ou a empresa. Pode ser, é claro, que uma pessoa cause uma não conformidade, mas a abordagem deve sempre ser “o que este processo pode ser melhorado para evitar nova ocorrência. Já vi funcionários serem demitidos por causa de não conformidade. E, passado um tempo, o problema voltou a ocorrer. Isto só confirma que o problema não era o fulano e sim o processo da empresa.

Ter não conformidade é ruim?​

Muitas pessoas acreditam que ter não conformidade é inaceitável. Porém, devemos enxergá-la como instrumento de melhoria continua. Costumo falar que não existe sistema de gestão em que não ocorrem não conformidades. Quando alguém diz em uma auditoria que nunca teve não conformidade, sempre acho estranho. A não conformidade pode ser vista com uma prova de que o sistema está funcionando e que os elementos de correções são coesos e suficientes. Não tenha medo de não conformidades. 🙂

Documentação da não conformidade​

Mais importante do que identificar o descumprimento de um requisito (conceito de não conformidade) é documentar e corrigir o problema. Abaixo eu disponibilizo um modelo simples para registro. Mas, basicamente, no registro deve constar uma descrição clara do problema, uma ação de contenção, uma investigação da causa raiz do problema, um plano de ação e uma verificação da eficácia. Este fluxo reflete um exemplo típico de PDCA :). Na verificação da eficácia e fechamento, você deve monitorar a recorrência de problemas parecidos em outras áreas, por exemplo e a divulgação.

Modelo

Baixe o modelo de registro de não conformidade e lembre-se sempre de adequar a sua realidade.
Compartilhe:
Deixe seu comentário: O seu endereço de e-mail não será publicado.
Qualidade na Prática

Somos uma empresa que surgiu da necessidade de oferecer serviços diferenciados para o mercado. Sabemos que as empresas querem mais que treinamentos e serviços pontuais: elas querem soluções completas, em que os compromissos assumidos sejam cumpridos, aliado com preço justo e profissionalismo. Assim, é a Qualidade na Prática.